O Gigante acordou e dormiu

A euforia nas manifestações de junho de 2013 em torno da percepção de que as pessoas tinham poder e que podiam sim ocupar um espaço no debate político. A popularidade da maioria dos governadores e da presidente chegou ao fundo do poço. A definição mais usada era : “o Gigante acordou”.

Passaram-se alguns anos e vemos que a população está novamente tendo a grande oportunidade de se manifestar e reiterar seus anseios referente ao modelo de sociedade, direitos e liberdades.

As eleições de 2022 serão definitivamente as eleições mais importante da história da república, onde o povo deverá escolher se devolve o poder e chancela corruptos e todo um sistema de poder instalado nas últimas décadas ou dobra a aposta mesmo diante da gritaria da mídia e sua elite e chancela um governo que realmente incomoda o poder constituído!

Em resumo, tudo vai ficar como está. Das duas, um: ou os políticos atenderam enormemente os anseios da sociedade, ou as pessoas simplesmente não estão nem aí para nada. Não se sabe ao certo se o Gigante realmente acordou em 2013 e se acordará novamente!

Se ainda está em dúvida sobre o que escolher e o que pensar, basta ver quem esta gritando e de que lado estão os poderosos que estiveram no poder nas últimas décadas!